13 de setembro de 2015

PARADA DA DIVERSIDADE DE PERNAMBUCO: #VOCÊNÃOESTÁSÓ


14ª Parada da Diversidade celebra a família como lugar de respeito à liberdade.

A Avenida Boa Viagem recebe no próximo domingo, 20 de setembro, a 14ª edição da Parada da Diversidade. O evento, realizado pelo Fórum LGBT de Pernambuco, já é consolidado como um momento especial de dar visibilidade para a causa LGBT em nosso estado, reunindo pessoas de diferentes orientações sexuais, identidades e expressões de gênero. A concentração do evento será às 9h no Parque Dona Lindu.

Em 2015, a Parada traz o tema ​#​VocêNãoEstáSó! Em nossa família, liberdade é direito. Para a Coordenadora do Fórum LGBT de Pernambuco e militante do movimento trans, Chopely Santos, o tema chama a atenção paras conquistas e reivindicações de famílias LGBT. Éum momento político, mas também de descontração: “a Parada é o momento em que as pessoas LGBT mostram o orgulho de assumir sua identidade de gênero como sujeito político. E, por que não comemorar nossas vitórias e reivindicar nossos direitos também de uma forma alegre e com folia?”.
Já Israel Pereira, militante do movimento bissexual, também integrante da coordenação do Fórum LGBT, enfatiza que “atualmente, no Brasil há avanços relacionados a políticas voltadas a população LGBT em nossa cidade e em nosso Estado. Porém, na mesma medida, percebemos ameaças a essas conquistas que podem resultar em retrocessos significativos, alimentando o ódio, o preconceito e a discriminação”. Rivânia Rodrigues, militante lésbica e também coordenadora do Fórum, acrescenta que “entre essas ameaças, têm-se falado muito sobre um Projeto de Lei, com fortes marcas fundamentalistas, que visa definir família apenas como união entre um homem e uma mulher, desconsiderando importantes avanços na legislação brasileira, especialmente a partir da revisão do Código Civil. Família hoje se conjuga no plural”.
Thiago Rocha – também integrante do quarteto que coordena o Fórum LGBT/PE e coordenador executivo da Parada – arremata que “há uma infinidade de famílias e todas precisam ser respeitadas, sejam elas formadas por gays, Lésbicas ou pessoas trans. Com a Parada, temos a oportunidade de apresentar, para quem tem dúvidas, que somos e constituímos família! Onde existe respeito, existe família! E, apesar de todas as resistências, diante de todas as formas de preconceito e discriminação, queremos reafirmar ‘Você não está só!’ ”.
Para Benedito Medrado, especialista no campo dos direitos sexuais e coordenador do Núcleo Feminista de Pesquisas em Gênero e Masculinidades, “a parada é uma manifestação popular contra a discriminação e o preconceito. É uma forma de festejar a vida e a alegria e ‘ser quem se deseja ser’. É um instrumento para dar visibilidade às expressões de gênero e sexualidade que são, cotidianamente, violentadas em nossa sociedade, de diferentes formas. E esse é um problema para todos e todas. Por isso, o tema da Parada, este ano, alerta para o verdadeiro sentido de família: respeito às diferenças. Não apenas respeito às famílias formadas por casais de gays ou lésbicas, mas também o respeito a qualquer expressão de gênero e orientação sexual no interior das famílias”.
Sobre os trios
A Parada da Diversidade conta com 11 trios elétricos que realizarão o trajeto partindo do Parque Dona Lindu, até a Padaria Boa Viagem. Esses trios estão assim organizados: 6 Trios da militância (Trio Oficial do Fórum LGBT de PE; Trio dos Leões do Norte; Trio da Cidadania, organizado pelo Instituto Papai e Gema/UFPE; Amotrans; Movimento de Mulheres Lésbicas e Bissexuais e o trio do Grupo Gaymado); 2 trios governamentais (Prefeitura do Recife e Governo de Pernambuco) e 3 trios vinculados ao mercado GLS (Boate Metrópole, Boate San Sebastian e Nosso Jeito Bar).
O evento terá a presença de parceiros, apoiadores e autoridades políticas que vão fazer falas antes da caminhada, haverá ainda convidados de honra e momento para homenagens. Para garantir a segurança e o atendimento ao público participante haverá a cobertura da PM, Bombeiro, Polícia Civil com delegacia móvel, Ambulâncias, e Guarda Municipal.​
Realizada desde o ano de 2002, a Parada da Diversidade de Pernambuco é uma estratégia de luta do movimento em defesa dos direitos sexuais, a partir da qual a visibilidade é encarada como fortalecimento de ações no enfrentamento da homofobia e de promoção da livre expressão da sexualidade. É também um momento de descontração e de celebração do orgulho de ser LGBT.


Dados
·        De acordo com o Censo 2010 do IBGE, no Brasil há mais 60 mil famílias compostas por cônjuges ou companheiros/as do mesmo sexo. Desse total, Pernambuco tem pelo menos 2.571 mil, sendo 1.497 casais de mulheres e 1.074 casais de homens.  A maioria vive na Região Metropolitana, conforme ilustra a tabela a seguir:
Microrregião
Total
Região Metropolitana + Fernando de Noronha
1.984
Agreste
296
Zona da Mata
181
Sertão
110
Total geral
2.571

·        Considerando os tabus associados a este tema e o fato de que a conquista do direito à união homoafetiva é recente, em nosso país, este número apesar de expressivo, com certeza ainda é subestimado.
·        No Brasil, apenas em 2013, foram assassinados 312 pessoas LGBT: um assassinato a cada 28 horas, motivado pela homofobia. Segundo o GGB, as mortes aumentaram 14,7% nos últimos 4 anos.
·        Tomando por base o número de assassinatos, o Nordeste é considerado, há muitos anos, a região mais homofóbica do Brasil. A população nordestina corresponde a 28% da população brasileira, porém aqui se concentraram 43% das mortes de LGBT, seguida de Sudeste e Sul com 35%, e Norte e Centro Oeste, com 21%.
·        Pernambuco é também o estado onde mais LGBT são assassinados/as: 34 vítimas, para uma população de cerca de 9 milhões de habitantes. Em seguida, vem São Paulo (29), Minas Gerais (25) e, empatados em quarto lugar, Bahia e Rio (20). Vale ressaltara que São Paulo tem uma população de cerca de 43 milhões de habitantes. Ou seja, o risco de um LGBT que vive em Pernambuco ser assassinado é 4 vezes maior que os que vivem em São Paulo (Fonte: Relatório do Grupo Gay da Bahia -GGB).

Fonte: Site Brasil Post (http://www.brasilpost.com.br/2014/02/13/assassinatos-gay-brasil_n_4784025.html)

Sobre o Fórum LGBT-PE
Fundando em, 2004, o Fórum de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT) de Pernambuco é uma articulação política de grupos e instituições que atuam na defesa dos direitos humanos, com especial enfoque sobre os direitos sexuais.

Serviço:
14ª Parada da Diversidade | #​VocêNãoEstáSó! Em nossa família, liberdade é direito.
Domingo, 20 de setembro de 2015
Concentração às 9h no Parque Dona Lindu, saída dos trios às 12h30.
Aberto ao público (acesso aos trios restrito aos convidados)